Ponto de Cultura GINGAS e representantes da Ação Griô do Ministério da Cultura participam da III Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa

No ano de 2010, pela primeira vez, a Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, realizada na orla de Copacabana contou com uma coordenação cultural que desenhou um brilho especial nesta grande concentração coletiva em prol da liberdade religiosa.
A Coordenação de Cultura da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa é composta por Pedro Bulhões (Produção Cultural) David Bassous (Prêmio Tuxaua – MinC) e Adriana de Holanda (Griô aprendiz MinC), todos vinculados ao Ponto de Cultura GINGAS- Casa da Cultura Afro-Brasileira, Niterói-RJ e à CCIR. Além destes, a coordenação conta com a participação de Jorge Damião do CEAP – Centro de Articulação de Populações Marginalizadas.

foto-1-apresentacao-cultural-4

Participaram das apresentações culturais cerca de 12 atrações de diversas partes do Estado do Rio de Janeiro, incluindo a cantora Rita Ribeiro com seu show Tecnomacumba e o Olodum da Bahia, que se apresentaram nos trios elétricos. No solo, formou-se uma grande roda cultural em homenagem a luta pela liberdade de expressão religiosa, que contou com a participação de afoxés, sambistas, capoeiristas e grupos de danças como o Muanzá Mesú da cidade de Niterói e da “arte-grafite” de Bilson-RJ.

foto-9-apresentacoes-cultruais

O Ponto de Cultura GINGAS, a Coordenação de Cultura da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa em articulação com a Coordenação da Ação Griô Nacional e a Coordenação da Ação Griô Regional do Rio de Janeiro, também mobilizaram assinaturas para “Lei Griô” e trouxeram para a avenida, Mestres e Griôs aprendizes do Jongo da Serrinha, das Tradições Orais da Jurema Pernambucana -GINGAS, do Centro Cultural Cartola, do Centro Lúdico da Rocinha e do Ponto de Cultura Pretos Novos.

foto-15-estudante-com-a-bandeira-grio     foto-17-gingas-e-coordenacao-nacional-da-acao-grio

Destacamos todo o trabalho de articulação realizada pelo coletivo Nação Liberdade junto ao povo de terreiro e aos Pontos de Cultura do Estado do Rio de Janeiro. A proposta de efetivação da Nação Liberdade recebeu o Prêmio Tuxaua do MinC e com certeza traz à tona a necessidade de articular a liberdade de expressão cultural junto à luta pela liberdade religiosa. Neste coletivo, agradecemos a presença do Sr. dos conselheiros de cultura de Niterói Rita Diir e José Ballock, além de Jorge Zulu e Jair-Ogãn, representantes de terreiro de Candomblé em Niterói.

foto-26-reunioes-do-nacao-liberdade-em-initeroi-rj  foto-37-atabaques-da-viradouro-escola-de-samba-de-niteroi

O Ponto de Cultura GINGAS e a Coordenação de Cultura da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa estão produzindo um relatório da III Caminhada em Defesa da liberdade Religiosa em que abordaram diversos aspectos sobre a importância do evento bem como da causa que o torna necessário e as contribuições da arte e da cultura para a realização de intervenções na sociedade de modo reflexivo e crítico.

foto-27-grupos-culturais

Deixamos registrado aqui nosso agradecimento especial a Jorge Matoso, Carlos Rubin Mãe Fátima, Jorge Damião, Marcelo Reis e Marcelo Santos, Edilene Tavares e Ivanir dos Santos (Interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa) e todos os companheiros da comissão por nos oportunizar o exercício da cidadania através da cultura e do respeito aos direitos humanos. Agradecemos aos companheiros de luta cultural – todos os 20 voluntários de produção cultural, aos grupos e artistas que fizeram da orla de Copacabana o palco da diversidade cultural e religiosa do nosso país… Obrigada pelo exercício da cultura de paz!

Para ver mais fotos acesse: http://www.gingas.org.br/

Poesia e saber

” Tudo o que os livros me ensinassem
Os espinheiros já me ensinaram
Tudo que nos livros
Eu aprendesse
Nos livros eu aprendera.
O saber não vem das fontes?

Sou construtor menor
Os raminhos que arrumo
As escoras do meu ninho
São mais firmes que as paredes do mundo.

Eu queria aprender
O idioma das árvores
Saber as canções do vento
Nas folhas da tarde.
Eu queria apalpar os perfumes do sol”.

(Manuel de Barros)

 

Dica Cultural

2º ENCONTRO DO PROJETO CAPOEIRA NO MUSEU

Tema: “Capoeira – Patrimônio Imaterial e Salvaguarda das Expressões Fluminenses”

Data: 03 de outubro de 2009

Horário: 14:30 h.

Local: Museu do Ingá

End.: Rua Presidente Pedreira 78 (ao lado da Faculdade de Direito da UFF)

(Roda Livre de Caxias –RJ /1976)

Pesquisadores, estudiosos da cultura e capoeiristas que participaram do inventário estarão participando do próximo encontro, que contará com a presença do prof. Wallace Barbosa de Deus (UFF). Para capoeiristas, estudantes e lideranças culturais da cidade de Niterói o encontro se constituirá também como debate público preparatório para II Conferência de Cultura Municipal de Niterói, que será realizada brevemente.

Maiores informações e inscrições em: http://www.gingas.org.br; contato@gingas.org.br

Telefone: (21) 2719-8185 / Coordenação: David Bassous (Instituto GINGAS)

Culturas Itinerantes

Olá pessoal,
Eu sou Adriana de Holanda.
Filha de Pernambucanos
No sangue e na alma.
Trago um pouco da minha história,
Rasgo da memória um sentido de presente,
Salvo um pouco no futuro,
O meu canto de passado!

Essas palavras são um pouco de mim…
E dos nós
dos fazeres culturais
De quem está na vida…

(Adriana de Holanda Cavalcanti)

Escola de Formação em Cultura e Saúde