Arquivo da categoria: – Ponto de Cultura – Pedagogia Griô – Lei 10639/03 – Cultura Afro-Brasileira – comunicação comunitária

Programa Escola de Cultura baseado na Pedagogia Griô

Por Adriana de Holanda (adriana@gingas.org.br)

“Escola de Cultura” é um programa que nasceu da experiência cotidiana na busca de tecer caminhos entre a educação e a cultura; e também do legado teórico-prático da Rede de Tradição Oral da Pedagogia Griô, originada em Lençóis-Bahia, desenvolvida por Lilian Pacheco e Márcio Caíres no Ponto de Cultura Grãos de Luz e Griô.
Tendo como norte fundamental a construção de serviços, materiais e dispositivos de comunicação comunitária, que através das linguagens da cultura e da arte possam favorecer uma re-qualificação do lugar da cultura, da arte e do espaço escolar na sua relação com o estudante brasileiro.

Esse programa parte de diversas experiências, eventos, oficinas, parcerias, engajamentos, inquietação realizadas juntos aos estudantes e educadores que participaram e se encantaram com as oficinas e vivência da Ação Griô do GINGAS/ MinC e das atividades do Ponto de Cultura GINGAS – Casa da Cultura Afro-brasileira.

O primeiro campo de estágio em cultura e educação formalizado foi com o Curso de Graduação em Psicologia da Faculdade Maria Thereza. Os estagiários, educador-parceiro e griôs do GINGAS vem construindo coletivamente junto com a comunidade encontros entre a Arte, a Cultura e a Psicologia.

Os encontros chamados de “CIRANDA DE HISTÓRIAS E MEMÓRIAS” acontecem todas as terças-feiras, a partir das 15h, na Rua Passo da Pátria 30 casa 03 – São Domingos/Niterói – RJ.

Maiores informações e inscrições:

contato@gingas.org.br; cirandahistoria@yahoo.com.br;

Leia mais em: http://www.gingas.org.br e http://www.grioaprendiz.blogspot.com/

confira o álbum de fotos: https://picasaweb.google.com/117805133483475661434/EscolaDeCulturaPsicologia#

Anúncios

Ponto de Cultura GINGAS dissemina os saberes da cultura afro-brasileira nas universidades públicas

Por Adriana de Holanda

adriana@gingas.org.br

Através das oficinas do Ponto de Cultura “Casa da Cultura Afro-Brasileira” e das vivências da Ação Griô do GINGAS, estudantes de universidades públicas do Estado do Rio de Janeiro puderam ter acesso e compartilhar dos saberes da cultura afro-brasileira.

Adriana de Holanda (Griô Aprendiz do MinC) e David Bassous (Griô MinC) foram responsáveis pela mediação das atividades no curso de extensão “A África e Suas Várias Vozes no Currículo Escolar”do Núcleo de Estudos de Educação e Diversidade Étnico Racial (NEED) da Faculdade da Prefeitura de Macaé – RJ, curso que é coordenado pela profa. Cristina Marques.

As atividades envolveram a história da capoeira, vivências e cortejo griô com ciranda, coco e maracatu, que foram intermediadas também pelo percussionista Pernambuco Joas Santos. Também foi realizada uma aula expositiva dos princípios e diretrizes da “pedagogia griô”, desenvolvida pelo Ponto de Cultura ONG Grãos de Luz e Griô, que formaram a Rede de Tradição Oral do Ministério da Cultura.

                

As oficinas de percussão, capoeira e mitologias afro-brasileiras também foram realizadas na Universidade Federal Fluminense, no Instituto de Arte e Comunicação Social, em ação cultural comemorativa do Curso de Produção Cultural.

Estas atividades consolidam e reforçam a importância dos saberes e fazeres da cultura afro-brasileira e abriram caminhos para a efetivação do Programa ESCOLA DE CULTURA da ONG GINGAS, que é fruto do trabalho da Coordenação de Pesquisa em Educação e Cultura da instituição.

Confira o Calendário de Oficinas e Eventos do Ponto de Cultura Casa da Cultura Afro-Brasileira/ GINGAS.

Maiores informações, escreva para: contato@gingas.org.br
Acesse: http://www.gingas.org.br/